Carrinho

Justiça por Genivaldo

12/dez/2023  |  CEO Administrador

Genivaldo de Jesus Santos, tinha 36 anos, e ontem, 25 de maio, foi morto na cidade de Ubaúba, em Sergipe, por agentes da Polícia Rodoviária Federal em uma abordagem “comum” no Brasil.

A vítima sofria de esquizofrenia. “Foi dada a ordem de parada, ele parou, botou a moto no tripé e atendeu todos os comandos que o policial deu. O policial disse para ele levantar a camisa, ele levantou, e falou para o policial que estava com remédios e receita no bolso, indicando que tinha problemas mentais”, contou Alisson de Jesus, sobrinho de Genivaldo, ao portal FanF1.

No meio do processo, após ter levado socos e pontapés, a vítima resistiu. Populares filmaram o momento em que um dos agentes pressiona o pescoço da vítima com o joelho, e em seguida tentam amarrar seus pés e mãos. Não satisfeitos, colocaram Genivaldo no porta-malas da viatura, com as pernas para fora do veículo e o asfixiaram com gás lacrimogêneo, enquanto a vítima gritava pedindo para que parassem.

Assim morreu Genivaldo e assim morrem nossos parentes, amigos, familiares, conhecidos, até chegar na gente, é por isso que NÃO PODEMOS NOS CALAR. Mas só gritar é pouco! PRECISAMOS NOS EMPODERAR! Precisamos OCUPAR ESSES ESPAÇOS porque somos a raça majoritária do País. E SE SOMOS MAIORIA, POR QUE NOS TRATAM COMO MINORIA?

A polícia brasileira é preparada para defender o Sistema, falta gente preparada para nos dar o DIREITO DE NÃO MORRER e esse direito, TEM QUE SER GARANTIDO POR NÓS MESMOS!

Escrito por:

Administrador CEO

contato@ijoin.com.br

 @meuinsta

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.